Base da Filosofia

http://www.facebook.com/wellingtonsversut

Filosofia Política - Missão 01 - Platão - os regimes políticos

Ler de modo filosófico textos de diferentes estruturas e registros (PCNs, página 64)

GABARITO Caderno do Aluno Sociologia – 3a série – Volume 3
Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
GABARITO Caderno do Aluno Sociologia – 3a série – Volume 3
Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
GABARITO Caderno do Aluno Sociologia – 3a série – Volume 3
Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
GABARITO Caderno do Aluno Sociologia – 3a série – Volume 3
Secretaria da Educação do Estado de São Paulo 
Filosofia: Política
Tema: Os regimes políticos
Questão Central: Quais são os regimes, tipos e formas de poderes políticos?
Filósofo: Platão (428/27 – 347 a.C)
Obra: Político

Biografia

Platão (428/27 – 347 a.C.) foi um filósofo grego. Discípulo de Sócrates, fundador da Academia e mestre de Aristóteles. Platão era um apelido que, provavelmente, fazia referência à sua característica física, tal como o porte atlético ou os ombros largos, ou ainda a sua ampla capacidade intelectual de tratar de diferentes temas. Plátos em grego significa amplitude, dimensão, largura. Sua filosofia é de grande importância e influência. Platão ocupou-se com vários temas, entre eles ética, política, metafísica e teoria do conhecimento.

Ler textos filosóficos de modo significativo (PCNs)

Político
Capítulo: As diversas formas das constituições

ESTRANGEIRO
- É também o que me parece. A propósito, dize-me o seguinte:
SÓCRATES, O JOVEM
- Quê?
ESTRANGEIRO
- A monarquia não é uma das formas de poder político que conhecemos?
SÓCRATES, O JOVEM
- Sim.
ESTRANGEIRO
- Além da monarquia poderíamos mencionar, creio o governo de um pequeno número.
SÓCRATES, O JOVEM
- Sem dúvida.
ESTRANGEIRO
- E a terceira forma de constituição não é a soberania da massa, a que chamamos democracia?
SÓCRATES, O JOVEM
- Perfeitamente
ESTRANGEIRO
- Mas, estas três formas não constituem cinco, por derivarem delas duas novas denominações?
SÓCRATES, O JOVEM
- Que denominações?
ESTRANGEIRO
- Considerando os caracteres que essas formas apresentarem, opressão ou liberdade, pobreza e riqueza, legalidade ou ilegalidade, podemos dividir em duas cada uma das duas primeiras formas. A monarquia apresenta duas espécies às quais chamaremos tirania e realeza.
SÓCRATES, O JOVEM
- Evidentemente.
ESTRANGEIRO
- Em toda a cidade onde a força está nas mãos de um pequeno número haverá ou uma aristocracia ou uma oligarquia.
SÓCRATES, O JOVEM
- Perfeitamente.
ESTRANGEIRO
- Apenas, na democracia, é indiferente que a massa domine aqueles que têm fortuna, com ou sem seu assentimento, ou que as leis sejam estritamente observadas ou desprezadas; ninguém ousa alterar-lhe o nome.
SÓCRATES, O JOVEM
- É verdade.
ESTRANGEIRO
- E então? Alguma dessas constituições será exata se definirmos simplesmente por estes termos: “um, alguns, muitos – riqueza ou pobreza – opressão ou liberdade – leis escritas ou ausência de leis”?
SÓCRATES, O JOVEM
- Nada o impede, realmente.
ESTRANGEIRO
- Pensa melhor, atendendo a este ponto de vista.
SÓCRATES, O JOVEM
- Qual?
ESTRANGEIRO
- O que dissemos de início subsistitrá ainda, ou já não estamos mais de acordo?
SÓCRATES, O JOVEM
A que te referes?
ESTRANGEIRO
- Que o governo real depende de uma ciência. Creio que dissemos.
SÓCRATES, O JOVEM
- Sim.
ESTRANGEIRO
- E não de qualquer ciência; mas de uma ciência crítica e diretiva, mais do que de qualquer outra.
SÓCRATES, O JOVEM
- Sim.
ESTRANGEIRO
- Nesta ciência diretiva, havíamos distinguido entre a direção das obras inanimadas e a dos seres vivos, e procedendo sempre por esse modo de divisão, chegamos ao ponto em que estamos, no qual não perdemos de vista a ciência, mas não nos tornamos capazes de defini-la com precisão suficiente.
SÓCRATES, O JOVEM
É exato.
ESTRANGEIRO
- Ora, para sermos conseqüentes aos nossos princípios, não nos apercebemos de que o caráter que deve servir para distinguir essas constituições é a presença de uma ciência, e não a “liberdade” ou a “opressão”, a “pobreza” ou a “riqueza”, “alguns” ou “muitos”?
SÓCRATES, O JOVEM
- Nem se pode pretender de outra forma.

Dicionário Filosófico

Em ciência política, chama-se forma de governo (ou sistema político, ou regime político)) o conjunto de instituições políticas por meio das quais um Estado se organiza a fim de exercer o seu poder sobre a sociedade. Cabe notar que esta definição é válida mesmo que o governo seja considerado ilegítimo.
Tais instituições têm por objetivo regular a disputa pelo poder político e o seu respectivo exercício, inclusive o relacionamento entre aqueles que o detêm (a autoridade) com os demais membros da sociedade (os administrados).
A forma de governo adotada por um Estado não deve ser confundida com a forma de Estado (unitária ou federal) nem com seu sistema de governo (presidencialismo, parlamentarismo, dentre outros).
Outra medida de cautela a ser observada ao estudar-se o assunto é ter presente o fato de que é complicado categorizar as formas de governo. Cada sociedade é única em muitos aspectos e funciona segundo estruturas de poder e sociais específicas. Assim, alguns estudiosos afirmam que existem tantas formas de governo quanto há sociedades.

Elaborar por escrito o que foi apropriado de modo reflexivo (PCNs)

Dois vocábulos gregos são empregados para compor as palavras que designam os regimes políticos: arkhé – o que está à frente, o que tem comando – e kratós – o poder ou autoridade suprema. As palavras compostas com arkhé (arquia) designam a quantidade dos que estão no comando. As compostas com krátos (cracia) designam quem está no poder. (Convite à Filosofia - Marilena Chauí)

1 – O comando de um só é:
(   ) Oligarquia
(   ) Anarquia
(   ) Monarquia
2 – O comando de um pequeno número é:
(   ) Oligarquia
(   ) Anarquia
(   ) Monarquia
3 – A ausência de comando é:
(   ) Oligarquia
(   ) Anarquia
(   ) Monarquia
4 – Quando os ricos (os melhores) estão no poder temos:
(   ) Teocracia
(   ) Democracia
(   ) Aristocracia
5 – Quando o povo está no poder temos:
(   ) Teocracia
(   ) Democracia
(   ) Aristocracia
6 – Quando um sistema de governo em que autoridade polittica é exercida por pessoas que se consideram representantes de Deus na Terra, temos uma:
(   ) Teocracia
(   ) Democracia
(   ) Aristocracia
7 – Etimologicamente monarquia significa:
                Monas: ______________________________
                Arkhé: ______________________________
8 – Etimologicamente oligarquia significa:
                Oligoi: ______________________________
                Arkhé: ______________________________
9 – Etimologicamente anarquia significa:
                An(a): ______________________________
                Arkhé: ______________________________
10 – Etimologicamente aristocracia significa:
                Aristos: ______________________________
                Kratós: ______________________________
11 – Etimologicamente democracia significa:
                Demos: ______________________________
                Kratós: ______________________________
12 – Etimologicamente teocracia significa:
                Theos: ______________________________
                Kratós: ______________________________
13 – Segundo Platão, a monarquia pode degenerar em ___________________ e ________________.
14 – Onde o poder está nas mãos de um pequeno número de pessoas haverá ____________________ ou ____________________.
15 – Relacione os efeitos das constituições:
                (A) Comando de um, alguns ou muitos.                             (   ) Leis escritas ou ausência de leis.
                (B) Opressão ou liberdade.                                              (   ) Riqueza ou pobreza do Estado.
16 – No Brasil vivemos o regime democrático. Como, então, podemos exercitar o nosso poder?

Hora Certa

Total de visualizações de página