Base da Filosofia

http://www.facebook.com/wellingtonsversut

Filosofia do Conhecimento - Missão 02 - Os Pré-Socráticos - Tales - a arché

Ler de modo filosófico textos de diferentes estruturas e registros (PCNs, página 64)
Filosofia para Principiantes - Richard Osborne
Filosofia para Principiantes - Richard Osborne
Filosofia do Conhecimento
Temas: physis / monismo / arché
Questão Central: Existe um princípio primordial (arché) do qual tudo deriva?
Filósofo: Tales (cerca de 624 - 547 a.C.)
Obra: Metafísica (Aristóteles)

Biografia

Tales de Mileto foi o primeiro filósofo ocidental de que se tem notícia. Ele é o marco inicial da filosofia ocidental. De ascendência fenícia, nasceu em Mileto, antiga colônia grega, na Ásia Menor, atual Turquia, por volta de 624 - 625 a.C. e faleceu aproximadamente em 547 ou 545 a.C.
Tales é apontado como um dos sete sábios da Grécia Antiga. Além disso, foi o fundador da Escola Jônica.Tales considerava a água como sendo a origem de todas as coisas. E seus seguidores, embora discordassem quanto à “substância primordial” (que constituía a essência do universo), concordavam com ele no que dizia respeito à existência de um “princípio único" para essa natureza primordial.Entre os principais discípulos de Tales de Mileto merecem destaque: Anaxímenes que dizia ser o "ar" a substância primária; e Anaximandro, para quem os mundos eram infinitos em sua perpétua inter-relação.

Ler textos filosóficos de modo significativo (PCNs)

Metafísica

A maior parte daqueles que filosofaram pela primeira vez pensava que o princípio de todas as coisas era somente de ordem material. De fato, eles afirmam que aquilo de que todos os seres são constituídos, do qual se originam e no qual se extinguem é elemento e princípio dos seres, pelo fato de constituir uma realidade que permanece idêntica mesmo na transmutação das suas afeições... Por esse motivo, acreditam que nada é gerado e nada é destruído, posto que uma tal realidade se conserva sempre.
Não costumamos falar que Sócrates é gerado, em sentido absoluto, ao se tornar belo ou músico, muito menos dizemos que ele morre ao perder essas características. Pelo simples fato de o substrato (neste caso o próprio Sócrates) continuar existindo, também devemos dizer que não se corrompe, em sentido absoluto, nenhuma das outras coisas: efetivamente, deve haver alguma realidade natural (só uma ou mais do que uma) da qual derivam todas as outras coisas, enquanto aquela continua a existir, imutável.
Entretanto, esses filósofos não estão de acordo quanto ao número e a espécie de tal princípio. Tales diz que esse princípio é a água (por isso, afirma que a Terra flutua sobre a água), extraindo sem dúvida essa convicção da constatação de que o alimento de todas as coisas é úmido e vive úmido. Ora, aquilo do qual todas as coisas são geradas é, justamente, o princípio de tudo, e a água é o princípio da natureza das coisas úmidas.

Dicionário Filosófico

Physis (natureza) – O mundo físico, como conjunto dos reinos mineral, vegetal e animal, comsiderado como um todo submetido a leis, as “leis naturais” (em oposição a leis morais e a leis políticas). As forças que produzem os fenômenos naturais.

Monismo – (do grego monos, "um", “único”) toda doutrina que defende a unidade da realidade como um todo (em metafísica) ou a identidade entre mente e corpo (em filosofia da mente) por oposição ao dualismo ou ao pluralismo, à diversidade da realidade em geral. Ou seja, o ser que só apresenta uma multiplicidade aparente, procede de um único princípio e se reduz a uma única realidade constitutiva: a matéria ou o espírito.

Arché – É um princípio que deveria estar presente em todos os momentos da existência de todas as coisas; no início, no desenvolvimento e no fim de tudo. Princípio pelo qual tudo vem a ser. Assim, é a origem, mas não como algo que ficou no passado e sim como aquilo que, aqui e agora, dá origem a tudo, perene e permanentemente.

Elaborar por escrito o que foi apropriado de modo reflexivo (PCNs)

1 – Os primeiros filósofos (os Pré-Socráticos) pensavam que o princípio de todas as coisas (arché) era somente de ordem:
(   ) espiritual    (   ) material
2 – Eles acreditavam que a realidade, mesmo na transmutação (quando são gerados ou destruídos):
(   ) permanece, se conserva, é imutável    (   ) perece, se corrompe, é mutável
3 – Sobre o que os filósofos pré-socráticos não estavam de acordo?
(   ) sobre a qualidade e a divisão do princípio (arché)
(   ) sobra a quantidade (número) e a espécie do princípio (arché)
4 – Para Tales qual é o único princípio (arché) da natureza?
(   ) o fogo    (   ) o ar
(   ) a terra    (   ) a água
5 – O que constatamos quando observamos o alimento de todas as coisas?
(   ) de que eles são quentes    (   ) de que eles são frios
(   ) de que eles são secos       (   ) de que eles são úmidos
6 – Assim, para Tales o princípio, a origem (arché) do que está permanentemente no desenvolvimento e no fim de tudo é uma única realidade. Então Tales defende o:
(   ) dualismo    (   ) pluralismo
(   ) monismo    (   ) politeísmo

Hora Certa

Total de visualizações de página